quinta-feira, 30 de junho de 2005

Fim da primeira época

Pois é meus amigos, ontem foi o final da nossa primeira época de exames do semestre mais complicado (possivelmente o pior) que passámos desde que entrámos para Biologia (estou obviamente a falar como aluna de BAM). E aparentemente a época de exames esteve ao nível do semestre! Incrível, né?

Foi o pessoal praticamente todo a derrapar na segunda frequência de Dinâmica, são as notas de Biologia Marinha que não saem porque o prof que teve direito a duas perguntas no exame ainda não as corrigiu (e a melhoria é na segunda-feira), são as notas de Botânica que vão sair na véspera da melhoria porque a prof não está cá e volta dois dias antes... é claro que há ainda a possibilidade de adiamento do exame para depois do final da época, para termos as 48 horas entre a saída das notas e o exame e, a cereja em cima do bolo, dentro da época de exames fazer uma avaliação intercalar de botânica, o relatório de botânica (do qual recebemos as regras dois dias depois da 1ª data de entrega do mesmo...) e é claro o relatório de Ecologia e as belas perguntas teóricas, de duas páginas cada uma...

Depois disto só há uma coisa a dizer: Venham as melhorias, não podem ser piores que a primeira época!!!

quarta-feira, 29 de junho de 2005

Marés Vivas para sempreeeee (BAM only)

Pois é, as férias começam aí a espreitar... e o que é isto nos faz lembrar? é mesmo isso: vamos ter tempo para ver TV!!!!!!!! ehhhhhhh!!!! Assim, depois da edição Morangos Com Açucar de Verão, apresento-vos BAYWATCH 2005 para lembrar os bons velhos tempos!!!!!
Eles são bons... são musculados... e eles sabem tudo sobre placton e a sua importância do ponto de vista ecológico nomeadamente durante a ocorrência de blooms provocados pelo upwelling!!!

Some people stand in darkness. Afraid to step into the light.
Some people need to help somebody when the edge of surrender is in sight.
Don't you worry, it's going to be all right.
'Cause I'm always there. I won't let you out of my sight.
I'll be there--never you fear.
I'll be there--forever and always. I'm always here.
'Cause I'm always there. I won't let you out of my sight.
I'll be there--never you fear.
I'll be there--forever and always.
I'm always here.

terça-feira, 28 de junho de 2005

Tu não és brilhante!!!

Há professores quem tem o dom de ver as nossas almas e qualidades a partir dos nossos exames. É verdade meus caros colegas: eles andem aí espalhados pela nossa querida FCUL dissimulados entre os restantes membros da comunidade académica!

Passo a explicar melhor as qualidades destes seres transcendentais.
Olhando para os nossos exames, há professores que conseguem ver o nosso empenho, esforço, assiduidade e brilhantismo! Estou obviamente a falar do brilho interior dos alunos brilhantes! Aquela faísca que cintila dentro de nós alunos brilhantes e que de vez em quando faz um c
urto-circuito e enche-nos de ideias e respostas geniais nas horas de aflição de um exame!

Estes alunos deviam ser premiados e idolatrados por toda a comunidade estudantil! (Consigo imaginar-me a ser carregada aos ombros pelo relvado do C8!) Mas isso já é pedir de mais! (Será mesmo?)

Então para compensar estas mentes iluminadas basta adicionar um valor à nota final. É um pequeno obrigado do professor pela luz com que estes alunos irradiaram a árdua e monótona tarefa de corrigir os exames. É justo, não acham?

E tu meu amigo, és brilhante? Se não tens um valor extra na nota… então…as verdades tem de ser ditas: TU NÃO és brilhante!

Deixo-vos aqui com uma foto de um destes seres. Esta espécime do genéro feminino é caracterizado por possuir "unhas dos pés pintadas de roxo que ninguém vê!!!". Por questões de segurança e respeito às autoridades civis, foi mantido o anonimato da pessoa em questão.


Conseguem ver a aura de brilhantismo que emana dela?

segunda-feira, 20 de junho de 2005

A minha dúvida!

Estava aqui eu agarrada aos meus apontamentos, feita menina-bonita, a estudar milhão e meio de filos para biologia marinha quando tive uma dúvida existencial. É claro que a dúvida se deu quando olhei para os malditos apontamentos dos Artrópodes e dei de caras com o quê? PICNOGONÍDEOS!

Ora, para vocês que não sabem os que são picnogonídeos, é melhor estudarem mais para o exame de quarta =oP Ok, nem todos aqui são de marinhos… para os que são de biologia, vão rever os apontamentos de Animal I. Vão, vão, eu espero por vocês!

Entretanto vou explicar aos possíveis transeuntes não biólogos deste blog o que são este bichos do Demo (e quem seja biólogo não se atreva a espreitar! Eu estou a falar a sério. Experimentem e vão ver o que vos acontece…). Ora, picnogonídeos são, nem mais nem menos, aranhas do mar. Ah pois é!! Há aranhas no mar, aranhas feias, horríveis, que podem atingir vários metros de comprimento – MEDO!

Porquê, mas porquê?! Nem debaixo de água se pode escapar as estas criaturas diabólicas de oito patas… não é justo. E debaixo de água uma pessoa mexe-se com mais dificuldade, por isso esmagá-las está fora de questão.

Então deixo aqui a questão: Alguém sabe como erradicar estas malditas coisas dos oceanos? Para os deixar mais seguros e tal… 0=o)

Quem tiver ideias que avise, que eu pago bem (ou então não!)

sexta-feira, 17 de junho de 2005

Finalmente recebemos as nossas cadernetas de Mergulho! Weeeeeeeeeeeee!!! Depois de uma data de tempo à espera, aqui está ela



Ah... como me sinto contentinha ;o)

E sim, antes que me esqueça, hoje foi dia negro de 2ª frequência de Dinâmica Populacional. Ao que parece a coisa não correu bem à maioria do pessoal com quem falei... que tenham melhores notas do que esperam ;o) Vai tudo correr bem!

quarta-feira, 15 de junho de 2005

TEM DE SER!

Tenho de por os livros de parte durante uns minutos para colocar aqui a minha modesta opinião!

Isto este ano está demais! Todos os dias há uma novidade bombástica sobre como fazer ou o que fazer ou o que é suposto fazer ou o que devíamos ter feito para isto e para aquilo! ESTÁ TUDO DOIDO é o que vós digo!!!

É sobre o número de páginas, é sobre o formato do trabalho, é sobre o que fazer aos dados do trabalho, é os módulos que ninguém sabia se saiam no teste ou não, é o exercício que pede cálculos e que depois não é preciso cálculos para resolver, é as gaffes do Instituto Hidrográfico na tabela de marés que nunca NINGUÉM deu por isso, é os dados todos trocados e mal identificados, é o descobrir devíamos ter feito isto na altura e não fizemos porque ninguém nos disse nada, é respostas curtas de 2 páginas, é…. É preciso continuar com a lista?

Desculpem lá o desabafo…

sexta-feira, 10 de junho de 2005

O papel das melgas nos ecossistemas

Queria aqui lançar uma discussão sobre um dos assuntos mais pertinentes do nosso tempo. Bom... se calhar não assim tão pertinente! Era só para captar a vossa atenção!!

Gostava então de lançar aqui a discussão sobre o papel das melgas nos ecossistemas. É para mim um dos grandes enigmas do nosso tempo!

Tenho algumas coisas a dizer sobre estes bichinhos ...
Dá-me a sensação de que Deus não criou todos os seres vivos. Eu acho que as melgas foram criadas pelo Demónio em pessoa. Mas que raio! Estes animais fazem um barulho absurdo quando, durante o silêncio da noite, tentam alcançar qualquer parte descoberta do nosso corpo (que com temperaturas de quase 40ºC não são poucas) e beber o nosso sangue. Não só não nos deixam dormir como acordam todo o nosso sistema imunitário, que vai então responder às substâncias estranhas que estes bichinhos introduziram no nosso corpo!!

Alguém conhece algum outro papel importante destes bichinhos nos ecossistemas?! É que eu não me estou a lembrar de nenhum (para além de importunar, de maneira inquietante, os seres humanos!). E sendo assim que tal tomar medidas para levar à extinção destas criaturas do Demónio?!

Como já devem ter percebido, todos estes maus sentimentos a respeito das melgas devem-se a uma noite muito mal dormida a tentar não ser picada, que por acaso (ainda por cima) foi uma perda de tempo. É que acordei com alguns inchaços provocados pelas picadelas das melgas inofensivas!

Enfim... Vou tentar ultrapassar estes maus sentimentos e vou torcer muito para que a melga que me picou ontem sofra muitos efeitos estranhos por ter bebido sangue com uma alta concentração de anti-coagulante! (A doce vingança!!!!)

Fiquem bem!

quinta-feira, 9 de junho de 2005

O pessoal tá tão queimado...

Eu queria aqui anunciar que a "acabámos" o último paper do semestre!!!!!!!!!!!! =oP

Acabar, acabar não acabámos. Falta a bibliografia e a formatação bonita, e também um maldito abstract. Mas pronto, isso são tudo pormenores... Conseguimos fazer o mais difícil, é o que importa =o)

Estamos quase, quase, quase prontas para começar os exames. Ainda faltam umas pontas soltas para atar (uns exercícios que nos dão vontade de enforcar os profs que os escreveram e umas perguntas de duas páginas cada que nos dão voltas ao estômago), mas isso também são pormenores! Nunca na minha vida tinha ficado tão contente por poder estudar para os exames... porque isso implica não ter de acordar todos os dias as 6:15 para estar às 8 e pouco na Fcul! ALELUIA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

E agora, só para provar que estamos completamente queimadas, uma piada que se tornou recorrente entre nós, acerca do nosso trabalho das Lapas (Patella spp):

***************************************************************
Porque é que as lapas se distribuem, de cima para baixo: Patella depressa, Patella aspera, Patella rustica?

A primeira anda depressa, por isso chega primeiro! Tudo o que é aspero faz atrito, por isso a aspera chega mais devagar! E finalmente, a desgraçada da rustica é... bem, rústica, da terrinha, por isso perdeu-se! =oP
***************************************************************
Pronto, é verdade... tamos MESMO MUITO QUEIMADAS! E na altura achámos mesmo muito graça á coisa! Enfim...

terça-feira, 7 de junho de 2005

Exames

Olá a todos! :o)
Sabem que dia é hoje?! É um dia especial... é o primeiro dia da época de exames, pois é!!
Por isso mesmo venho aqui desejar a todos uma óptima época de exames cheia de sucesso!!
Fiquem bem e estudem muito!!! ;o)

domingo, 5 de junho de 2005

3 Doors Down

Pois é... Cá estou eu de novo. Desta vez para partilhar com vocês o quão bom foi o concerto de 3 Doors Down.

O concerto (para quem não nos ouviu falar dele durante semanas a fio!) foi na quinta-feira (2 de Junho) pelas 21 horas, na Aula Magna. E claro, eu, a Renata e a Joana estavamos lá bem cedo para pôr a conversa em dia e para apanhar um bom lugar.

Tenho de confessar que a entrada foi um bocado agitada porque tivemos de nos proteger de meninas de 13-14 anos absolutamente histéricas! Tive muitoooo medoooo!!!!
Mas valeu a pena a entrada difícil porque o concerto foi qualquer coisa de inexplicávelmente bom (e ainda houve quem tivesse direito a umas t-shirts cor-de-laranja a dizer "Mega FM live"!).

A banda de abertura foram Os Plástica. Realmente não gostei muito deles... Só mesmo estando lá para ver. Eram umas figuras absolutamente míticas!! Só rir!!!

Quanto à parte importante... 3 Doors Down estiveram no seu melhor! O vocalista canta mesmo muito bem (até melhor que nos CDs ;o)) e o resto da banda toca na perfeição! Conseguiram cativar imenso o público com a maneira que eles têm de estar e com as músicas que cantaram! Foi mesmo muito bom!

Se nos vissem lá nem nos conheciam :). Estavamos mesmo super-absorvidas naquele ambiente de euforia e delírio! Tanto que eu fiquei sem voz (mas agora já está quase normal!!) ... ;o) .. e a Renata criou a categoria de "super-mel" para incluir o vocalista (que era bem engraçadinho!!). :o)



Foi mesmo muito bom... indescritivelmente bom... extraordinário, mesmo!!! :o) Espero poder vê-los de novo numa próxima oportunidade porque realmente vale muito a pena...

Fiquem bem e até à próxima!